As microondas são uma forma de radiação eletromagnética com comprimentos de onda (λ – distância entre uma crista a outra – ver imagem abaixo)

OndaFONTE DA IMAGEM

que vão desde a casa dos metros até os milímetros (ver a próxima imagem).

Espectro_EM_pt.svgLeia mais na sequência do post…

O termo microondas tem um significado técnico (dentre tantos significados possíveis) que indica que os comprimentos de onda envolvidos são comparáveis às dimensões do equipamento em que elas são usadas.

Um bom exemplo é a porta do forno de microondas, ela possui uma grade que tem espaçamentos da mesma ordem de grandeza da radiação usada para cozinhar os alimentos.

NN-K125MBGPG_Grill-Mikrowelle_silber_PanasonicFONTE DA IMAGEM

Embora a grade possua “furos”, a radiação gerada pelo magnetron do forno não ultrapassa a porta.

Inductive-capacitive-grid-for-metal-mesh-filterFONTE DA IMAGEM

E é por isso que, mesmo sendo capaz de elevar a temperatura da água em vários graus Celsius, o forno de microondas não cozinha nosso cérebro ou nossas mãos. Aliás, veja o que uma pobre barra de sabão sofre ao ser colocada no forno de microondas.

ivory-soap-collageIMAGEM/EXPERIMENTO COM SABÃO

Dito isso tudo, vamos ao que realmente interessa. O que acontece quando colocamos uma lâmpada em contato com a radiação de microondas gerada por um magnetron (o aparato que gera microondas no seu forno caseiro) FORA DO FORNO DE MICROONDAS.

Não preciso nem dizer que isso é MUITO PERIGOSO e que NÃO DEVE SER TENTADO DE FORMA ALGUMA, né?

Não deixa de ser legal ver plasma ser formado dentro da lâmpada.

E o que é plasma? Eu gostaria de explicar com mais detalhes (e o farei em um post futuro) mas vou me ater a uma explicação bem simples:

Plasma é um estado da matéria formado quando altas energias são aplicadas à ela e, como consequência, os elétrons são totalmente separados dos núcleos (existem plasmas mais extremos que esse) e tudo vira uma grande sopa de prótons, nêutrons e elétrons em alta temperatura.

No caso do vídeo, o plasma formou-se porque a radiação de microondas ioniza os átomos do gás rarefeito que existe dentro da lâmpada e como consequência, radiação é liberada pelos átomos por causa das incontáveis transições eletrônicas que ocorrem nos átomos. A temperatura aumenta exponencialmente e o efeito que observamos é aquela bela cor alaranjada que lembra muito o fogo (que também é um plasma, só que “frio”).

Bom, por hoje chega. Agradeço a todos que tiveram paciência de ver o vídeo e de ler minhas singelas explicações.

Até a próxima postagem! Abraços digitais!

Vi no GIZMODO.

Anúncios