Achei a dica no site da American Chemical Society chamado ByteScience (dica do FreeTech4Teachers, mais uma vez).

O vídeo acompanha a formação dos flocos de neve em partículas de poeira nas nuvens e depois tornam-se gotículas de água que caem em direção à Terra.

Quando as gotículasse resfriam, seis faces cristalinas se formam porque as moléculas de água se ligam em redes hexagonais quando ocorre o congelamento.

Isso explica porque os cristais de gelo crescem mais rapidamente nas regiões entre as faces, promovendo o desenvolvimento dos seis ramos que existem em muitos flocos de nve.

À medida que os flocos de neve continuam seu desenvolvimento, os tamos podem se expandir, crescer logitudinalmente e pontualmente, ou se ramificar ainda mais.

Como cada floco de nve cresce e se precipita em meio a massas de ar quente e frio, ele desenvolve uma forma e um padrão próprio e único.

Bom aprendizado!

 

Anúncios