Se você quiser saber mais, eu tento interpretar o fenômeno na sequência do post…

<Tentativa de explicação do Dr. Chattoff>

Água por todos os lados significa pressão exercida igualmente por todos os lados também (o termo científico mais adequado seria “isotropicamente).

Sendo assim, ao se quebrar um ovo sob a água, o conteúdo altamente viscoso do ovo não se mistura imediatamente com a água e mantém por algum tempo sua estrutura ovoide.

A clara do ovo contém 90% de água (aproximadamente) e albumina (dentre outras coisas) e é muito viscosa, ou seja,vai impedir a imediata mistura da clara com a água (pelo processo de osmose isso vai acabar acontecendo).

Já a gema, é composta por gorduras (lipídeos) e essa sim não vai dissolver-se na água. Mas como ela está protegida da água ao redor do ovo graças à clara, dificilmente a gema terá sua película rompida.

Como eu já disse no início da explicação, graças à isotropia da pressão sob a água, não haverá uma tendência imediata de rompimento da película de clara porque a pressão é igual em qualquer direção do espaço.

Por ser viscosa, a clara não se dissolverá imediatamente na água. 
Por possuir um conteúdo altamente hidrofóbico, a gema não se romperá e nem se dissolverá na água.

Tudo isso junto gera esse belo efeito que você pode assistir no vídeo.

Gostaram? Então saibam que aceito pedidos de postagem, basta dar um toque aqui pelo e-mail contato@diariodeumquimicodigital.com que eu atendo (quando o tempo permitir, é claro).

Anúncios