Estou envolvido nessa tarefa de ensinar estudantes a criar blogs.

Como não é nenhum segredo, o CMS (Content Management System) que eu mais me adaptei é o Posterous Spaces.

Não por acaso é onde este blog está hospedado.

O que eu mais gosto no posterous é a facilidade de criar e de manter um blog.

Claro que se perde em poder de configuração, se compararmos a um WordPress ou a um site feito em Joomla.

Justamente por isso gosto do posterous, embora seja possível configurá-lo da forma que se deseje, ele dá a chance a usuários iniciantes de ter seu próprio blog em pouco tempo e sem grandes complicações.

A maior facilidade, diga-se de passagem, está no processo de criação.

Possuindo acesso a um e-mail e sabendo enviar mensagens, com uma simples mensagem para “post@posterous,com” pode-se criar seu primeiro blog em questão de minutos.

Fica bonito logo de cara? Claro que não, mas para um usuário iniciante que quer blogar sobre suas ações na escola, sobre sua banda preferida, sobre o game que mais curte, isso é o menos importante.

Já utilizei o posterous em sala de aula em outras oportunidades (veja aqui e aqui) e agora estou experimentando mais uma vez, no novíssimo blog http://cientistadigital.posterous.com.

Sendo assim, estou no processo de ensinar outras pessoas a criarem seus próprios blogs. Para isso, elaborei alguns tutoriais que vou compartilhar com vocês em uma série de três posts que começam com este aqui.

 

Na sequência, está um livro eletrônico (simples) que elaborei na forma de passo-a-passo. Este tutorial ensina a criar o blog a partir do e-mail, ensina a configurar cabeçalho, escolher tema, permitir o rastreamento pelo Google Analytics e a criar um Feed RSS.

Como Criar Seu Blog No Posterous v 2.0

 

 

Os próximos dois posts serão na forma de Screencasts, elaborados com a ferramenta Wink, sobre a qual já postei um breve tutorial em outro blog de sala de aula.

P.S.:Se vocês encontrarem erros no livro eletrônico, peço que me comuniquem para que eu possa corrigi-lo. Não etá perfeito, disso eu tenho certeza, mas é melhor do que nada. 🙂

 

Anúncios