ATENÇÃO: Notícia copiada do blog Insônia.

A agência de design japonês TO-GENKYO, criou uma etiqueta, em formato de ampulheta, que indica a qualidade da carne ao consumidor. A etiqueta foi fabricada com uma tinta especial sensível à amônia, a qual vai escurecendo à medida que o alimento se decompõe e produz a tal da amônia (NH3).

Alimentos protéicos (carne, leite, ovos, etc) contém aminoácidos e, devido à desnaturação (decomposição) dessas proteínas por ação do tempo ou das bactérias, liberam amônia.

A amônia tem um cheiro forte (quem já usou Ajax ou outros produtos de limpeza similar sabe do que estou falando), além de ser tóxica para seres humanos. Por isso, uma carne vencida é imprópria para consumo.

A amônia ao entrar em contato com a etiqueta, fará que esta altere sua cor, escurecendo assim o código de barras, o que impossibilitará a carne de ser comprada.

Anúncios