É isso aí, manipulando matéria em escala nanométrica os caras conseguiram moldar em uma superfície polimérica um mapa mundial.

A escala usada é de 8 nanômetros para cada 1000 metros de altitude. O monte Everest, o mais alto ponto do planeta Terra, ficou representado por um pico de 64 nanômetros de altura.

Incrível né?

No vídeo abaixo dá para ter uma ideia do que eles fizeram (se você entende um pouco de inglês).

Descobri assistindo ao vídeo que o Youtube disponibiliza uma tecnologia experimental que tenta legendar o vídeo através do reconhecimento de voz. Em palavras simples, ele tenta legendar de acordo com o que está sendo falado na tela. Então, se você não saca muito da língua bretã, tente usar essa característica oferecido pela Google.

FONTE: Elite Tecnológica”

Anúncios