<Dr. Chatoff mode on>

A reação química mostrada no vídeo é simples, embora de resultados visuais surpreendentes.

O Clorato de potássio é um sal que, ao ser aquecido libera água. Essa água forma uma solução saturada do sal.

O doce "gummy bear" é uma daquelas famosas balinhas de gelatina que podemos encontrar nos supermercados.

Ela contém grande quantidade do açúcar sacarose (C12H22O11).

A reação balanceada, com a ajuda do nosso amigo webqc, é:

8 KClO3 + C12H22O11 à 8 KCl + 12 CO2 + 11 H2O

Ou seja, o Cloro passa do estado de oxidação 7+ para o estado 1- (ele se reduz) e o Carbono passa do estado de oxidação 0 para 4+ (ele se oxida).

Além disso, a reação é extremamente exotérmica.

8 KClO3 + C12H22O11 à 8 KCl + 12 CO2 + 11 H2

(Consultei os valores de entalpia-padrão de formação no NIST).

DH= {[8*(-436,38) + 12*(-393,52) + 11*(-285,83)]} kJ – {[8*(315,0) + 1*(-2222,2)]} kJ

DHR = -3144,13 kJ – 297,80 kJ = -3441,93 kJ

Olha, não sei quanto a vocês, mas uma reação que libere tudo isso de calor é uma reação altamente exotérmica para mim!

<Dr Chatoff mode off>

E era isso, eu queria apenas compartilhar a tortura da pobre bala de gelatina e explicar o que acontece do ponto de vista químico. Não quero me estender mais nesse post.
Anúncios