Diário de um Químico Digital 3.0

Química, TICs e outras treconologias. :)

Timelapse: mudança de fase do gelo para água líquida (só uma desculpa para desejar feliz 2018) — 31/12/2017

Timelapse: mudança de fase do gelo para água líquida (só uma desculpa para desejar feliz 2018)

20171231_143127.jpg

Pessoal, passei rapidão aqui pra desejar um feliz 2018 a tod@s que frequentam o meu blog.

Esse ano fiz bastante coisa nova em termos de uso de tecnologias para o ensino (e não só de Química).

O blog teve lá suas atualizações, embora inconstantes.

Falha minha, que trabalhei demais e tive que deixar um pouco de lado o blog.

Agradeço imensamente a vocês que passam por aqui pra dar uma olhada rapidinha nas postagens.

Desejo que o ano de 2018 seja pleno de realizações.

E, é claro, peço que continuem conosco porque pretendo postar muita coisa nova no ano que está chegando.

Para não fazer uma postagem sem nenhum conteúdo químico, vou postar um timelapse que tem tudo a ver com a temática “Festas de fim de ano”. (Veja meu experimento anterior com timelapse aqui.)

anigif.gif

Detalhes técnicos após o link…. Continuar lendo

Criação de timelapse com Raspberry Pi + PiCamera — 15/07/2017

Criação de timelapse com Raspberry Pi + PiCamera

raspberry-pi-logo

Férias, que legal!

(Sim, eu estou legalmente de férias! #tofeliz)

É tempo de postar algumas coisas legais no blog.

Como venho há um tempo explorando as possibilidades do Rapsberry Pi, criei esse post para compartilhar minha mais recente experiência com esse fantástico computador (na falta de termo melhor).

Provocado (em um sentido positivo) pelo meu colega Luis (http://tabelaperiodica.org), resolvi testar as capacidades do RPi3 no quesito “aquisição de imagens” (vulgo fotografia digital), usando uma garrafa de água mineral gaseificada.

Meu objetivo era capturar as bolhas de dióxido de carbono escapando da garrafa semi-aberta.

Eis o vídeo gerado. Na sequência do post, explicações técnicas sobre a montagem do sistema de captura de imagens.

Continuar lendo

Video games retrô no Raspberry Pi — 22/09/2016

Video games retrô no Raspberry Pi

super_mario_bros-0

E lá vamos nós com mais uma experiência envolvendo essa maravilha tecnológica que é o Raspberry Pi.

Já falei dele em postagens anteriores (1 e 2).

O experimento de hoje envolve projetar a imagem em monitores portáteis, já que meu interesse é poder levar o Raspberry Pi para qualquer lugar.

Pois bem, adquiri uma TV de 9″ (bem portátil) e aproveitei um DVD portátil cujo leitor não funciona direito para fazer os meus testes.

A parte mais importante de tudo é encontrar um cabo RCA composto que tenha a pinagem correta (embora por fora pareçam todos iguais, por dentro diferem muito e não há um padrão).

É extremamente importante que o TERRA (GROUND) esteja no segundo segmento de dentro pra fora e o VÍDEO no primeiro segmento.

fkx0sfxiathbvdl-medium

Resolvido isso, eu resolvi testar um sistema de retrogaming chamando RetroPie para testar as capacidades do Raspberry Pi3 (eu também possuo a versão 2) de emular diversos consoles.

Confira os meus testes nos dois curtos vídeos a seguir:

P.S.: Aqui neste link tem um excelente tutorial de criação de um arcade usando Raspberry Pi de autoria do Augusto Campos.

P.S.2: Aqui tem outro tutorial bem legal.

Aplicativos de Química para o Raspberry Pi – Parte 1 — 01/03/2016

Aplicativos de Química para o Raspberry Pi – Parte 1

rasmollogo

Dando início à série de postagens que pretendo fazer sobre o Raspberry Pi, hoje vou começar a mostrar os testes realizados com alguns aplicativos voltados à Química (e, de preferência ao Ensino de química).

Vou deixar o vídeo para quem tiver mais pressa e, logo após, algumas explicações e detalhes técnicos.

Como prometido, leia os detalhes na sequência do post:

Continuar lendo

Minha experiência com o Raspberry Pi — 26/02/2016

Minha experiência com o Raspberry Pi

Raspberry_PI

Já faz um tempinho que eu venho experimentando com essa placa chamada Raspberry Pi.

Ela foi criada com fins educacionais na Inglaterra, com o intuito de estimular estudantes a desenvolver habilidades computacionais (programação, montagem de protótipos, robótica, etc).

Não quero fazer uma longa exposição da história da Raspberry Pi, isso você pode ler nos links por mim selecionados [1] e [2], mas eu quero mostrar para vocês o que eu consegui fazer com um pouco de paciência e com a ajuda de alguns módulos comprados aqui e ali a um custo bem baixo.

Para saber mais sobre a minha experiência, leia logo abaixo os detalhes do projeto Frankenstein:

Continuar lendo

%d blogueiros gostam disto: