Olá, como vão vocês?

Aqui vai mais um resumo de mais um episódio, agora sobre a fundação da Química Moderna na forma de Química dos Gases.

Continue lendo na sequência do post.

Leia mais

O Link para o episódio 13 está AQUI.

O trabalho de Lavoisier ajudou a desmistificar a ideia de que água podia se interconverter em terra ao aquecer uma massa conhecida de água ininterruptmente por 101 dias. Mediu a massa de água antes e depois do aquecimento e descobriu que a massa se manteve. A “areia” que se formou era proveniente do próprio vidro que se desmanchou com tanto aquecimento.

Experimentos de combustão com fósforo e enxofre mostraram que gases podiam reagir quimicamente e formar ácidos, mostrando que gases podiam participar de reações químicas.

Com esse trabalho, ele concluiu que a calcinação de metais a a combustão do enxofre, do fósforo, do chumbo e do estanho eram procesos análogos. A combustão era uma coisa única e não vários processos separados.

Estudando a decomposição do óxido de mercúrio (HgO), como Priestley fez, descobriu que o gás liberado era o oxigênio e identificou esse gás como sendo responsável por processos de combustão (uma revolução para a Química da época).

Ele também identificou que o ar comum continha nitrogênio (azoto), ou o ar mefítico de Daniel Rutherford.

Também descobriu que a combustão de carbono nos organismos vivos exigia oxigênio e que a produção de gás carbônico e água era seguida de calor, e essa seria a forma de os organismos vivos produzirem calor.

Descobriu junto com Cavendish que a reação de H2 e O2 produzia H2O, ou água. E nomeou o H2 como hidrogênio (formador de água).

Cavendish ainda identificou o Argônio na composição do ar atmosférico ao fazer a combustão do H2 para formar água.

Junto com Morveau, Bertholet, e Fourcroy, ele escreveu um sistema de nomenclatura de substâncias químicas que perdura até hoje.

Em 1789 escreve o Traité élémentaire de chimie, livro que lançou as bases para a Química Moderna.

Rejeitando a teoria do flogisto mas criando no seu lugar o calórico (um erro, mas compreensível para a época) e afirmando que todos os ácidos possuiam oxigênio (outro grande erro).

Ao estudar a fermentação de uvas, ele escreve uma equação química em formato algébrico, antecedendo nosso costume de fazer isso com todas as reações químicas.

Mostra que nas reações bioquímicas existe conservação de massa também.

Lança um periódico de Química que permitiu aos seus companheiros publicar artigos exclusivamente dessa área. os Annales de Chemie.

Em 8/5/1794 é guilhotinado pela Revolução Francesa.