Por Digichem

metanfetamina

Olá pessoal, tudo bem?

Estou aqui hoje para comemorar o dia do Químico.

Antes de mais nada, parabéns!

MyFunStudio.com-Happy-Chemist-Day (1)

No Brasil, comemora-se essa profissão no dia 18/06, devido ao fato de ter sido nessa data que em 1956 foram criados os Conselhos Regionais e o Conselho Federal de Química, responsáveis por tornar essa profissão reconhecida em âmbito federal.

E para não deixar passar em branco a data, resolvi homenagear a categoria falando sobre químicos famosos que aparecem em obras da ficção.

Gostou? Leia mais na sequência:

O primeiro e mais recente personagem famoso é o Químico Walter White, do seriado de TV Breaking Bad.

Walter_White2

Walter era um químico muito talentoso, mas que por diversas razões terminou como um professor de escola que ganhava muito pouco. Para compensar isso, ele resolve fabricar a droga metanfetamina. Recomendo a quem não entende muito de química que assista o seriado, tem muita informação interessante lá.

 

A molécula que aparece no topo dessa postagem é a metanfetamina, a molécula que o personagem Walter White (ou Heisenberg) sintetiza de forma ilegal no seriado.

meta cristal

Spiderman50O segundo químico famoso, e que muita gente nem desconfia que é químico, é o amigão da vizinhança Peter Parker.

Peter é mais conhecido como o Homem-Aranha (Spider Man). Desde jovem, esse talentoso e inteligente rapaz dedicou-se a estudar os resultados obtidos pelo pai (que também era pesquisador) e, mais tarde, acabou se matriculando em um curso superior de Química.

Graças aos seus dons, Peter desenvolveu um fluido especial que permitia a ele imitar a habilidade das aranhas de construir teias (claro, depende muito de qual universo Marvel estamos falando. Em alguns, o aranha emite as teias sem necessidade desse líquido artificial).

Um outro carinha que eu mesmo me surpreendi ao descobrir ser Químico é o famoso Angus McGyver (mais conhecido como construtor de bombas nucleares a partir de chiclete e clipes de papel).

220px-Macgyver

Não preciso dizer que esse personagem embalou as tardes de muitos de nós que hoje somos químicos. A engenhosidade e a inteligência dele para resolver problemas levou muitos a tentar os mesmos feitos e, sem querer querendo, nos levou para a academia (não só para a Química, mas para áreas científicas e tecnológicas).

 

Agora um cara do mal (não que Walter White seja exatamente do bem, mas esse é sabidamente terrível).

Lex Luthor, o eterno inimigo e nêmesis do Super-Homem. É considerado um dos personagensmais inteligentes e maquiavélicos do universo DC, além de ser um empresário, dono de corporações industriais, magnata e filantropo (só pra despistar, é claro). Além de ter conhecimento notável em várias áreas tecnológicos, Luthor é um exímio bioquímico.

250px-Luthor_bright

Voltando ao universo Marvel, temos o Dr Hank Pym, bioquímico famoso conhecido pelo codinome de Homem-formiga.

Hank_pym_1

Pym descobre em uma de suas pesquisas um conjunto de partículas subatômicas que ele batizou de Partículas Pym (quanta humildade). Cria dois soros, um para alterar o tamanho e outro para reverter ao tamanho normal.

Ele usa o primeiro soro, reduz-se ao tamanho de uma formiga e volta ao tamanho normal.

Assustado com o poder do soro, ele destrói a fórmula e, mais tarde, reconsidera sua decisão e volta a sintetizar o soro alterador de tamanho. Com isso ele produz um capacete para controlar colônias inteiras de formigas e torna-se o Homem-Formiga (o qual eu considero um heroi bem chinfrim perto do Homem-Aranha, mas isso é gosto pessoal).

O Dr Jonathan Crane, também conhecido como Espantalho (Scarecrow), é psiquiatra e manipulador de toxinas (o que faz com que ele possa ser considerado também como químico) do universo DC. Ele estuda e produz toxinas capazes de induzir medo nos seus inimigos. No filme Batman Begins é possível ver o personagem tentar infectar toda a população de Gotham City com uma toxina capaz de induzir visões alucinógenas em toda a cidade. Crane é gente que faz! 🙂

Scarecrow,_Batman_Begins

O Coringa, um dos maiores (senão o maior inimigo do Batman) é também um expert em Química e em Engenharia Química. Teve seu rosto e corpo alterado por ação de ácidos (quando ele caiu em um tanque no interior de uma indústria química).

coringa

Adora utilizar cartas (daí o nome Coringa) e artefatos que liberam gases tóxicos ou soluções contendo substâncias nada saudáveis. É  considerado uma das mentes malignas mais brilhantes da ficção.

Joker_(Alex_Ross)

E agora, bem rapidamente (trocadilho intencional), vou falar do cientista forense Barry Allen, conhecido pelo codinome Flash. O Flash é um heroi do universo DC, conhecido por ser o homem mais veloz do mundo.

Ele era um cara que vivia se atrasando para os seus compromissos, tanto pessoais quanto profissionais. Um dia, um raio “cai” em uma parte do laboratório no qual ele trabalha e espalha reagentes  químicos para todos os lados. Alguns desses reagentes caem sobre Barry e ele descobre-se portador de poderes de super-velocidade. Nos quadrinhos, Barry Allen é conhecido pelo notório conhecimento de Química e muitas vezes ele utiliza esses conhecimentos para ajudar a desvendar os crimes.

Barry_Allen_Flash

Menção honrosa para o Prof Severus Snape, da saga do bruxo Harry Potter. Ele é professor de poções e de artes de defesa contra o mal na famosa Escola Hogwarts. Mas a autora da séria (J.K.Rowling) revelou que esse personagem foi baseado parcialmente em um professor de Química da sua infância.

220px-Ootp076

 

Interessante fazer uma reflexão, vejam que um personagem polêmico e muito famoso como o Prof Snape foi baseado em um Professor de Química. Também é interessante notar que vários personagens aqui apresentados usam seus conhecimentos (químicos ou não) para a prática de crimes, mas há uma igual quantidade de personagens que usam esse conhecimento para a prática do bem e do combate ao crime.

Assim, na próxima vez que alguém falar que Química é “do mal”, mostre esse post para ela e argumente que o que faz um conhecimento ser “do bem” ou “do mal” não é o conhecimento em si e sim a índole da pessoa que detém esse conhecimento.

Como Químico, acredito que é nosso dever fundamental mostrar e debater os dois aspectos da nossa ciência, mas é fundamental salientar que a Química é muito mais útil do que prejudicial e, portanto, ela é sim uma ciência “do bem”.

Agora, chega de divagações, quero desejar um grande e feliz dia do Químico a todos os professores, profissionais da área, técnicos e estudantes. Até a postagem comemorativa do ano que vem!

Anúncios