Tá, admito que sei o que significa 42 e também sei que Han atirou primeiro.

Também sei recitar a “litania contra o medo” das Bene Gesserit.

(P.S.: Eu tenho medo da véia Helen Gaius Mohian, é feia paca.)

Me emociono quando ouço a voz do Capitão Picard dizer “to boldly go where no one has gone before”, e até sei que tem um erro gramatical nessa frase.

(Eu não gostava do Neelix, ô alienígena chato.)

Ah, sem falar que eu quase choro quando vejo a Voyager (a da Janeway, lógico) perdida no espaço (o trocadilho foi intencional) com aquela música épica do Jerry Goldsmith.

Sei que Ilúvatar criou Arda e que seu filho mais perfeito, Melkor, foi o responsável remoto por ter tirado Bilbo Bolseiro da tranquilidade do seu lar para se aventurar pela Terra Média em busca de um tesouro, o qual culminou na redescoberta do Um Anel.

Unico Anello.png 

E, principalmente, sei da importância de sempre levar uma toalha comigo quando viajar.

(P.S.:E eu sei quem é a toalhinha aí de cima)

É, acho que sou um nerd assumido. Se não um nerd daqueles que sabe como hackear o site da amazon, pelo menos um nerd que aprecia coisas da cultura geek, que gosta de séries e livros de ficção científica, que curte uma boa partida de Magic com os amigos (viu, pessoal do MP3?), que se anima em jogar uma partidinha de RPGs com miniaturas animadas, que não se intimida com um S.O. linux, que curte esses negócios de TICs e blogs.

Enfim, não deve ter sido à toa que tive colegas que me impuseram essa alcunha na faculdade. (sim, seus chatos, eu sabia do apelido, caso algum de vocês leia esse blog.)

Bom, então nada mais natural que eu comemorar o dia do orgulho nerd escrevendo esse post.

Se é para assumir e sair do armário (no sentido nerd), então tá, declaro em alto e bom som a quem interessar possa:

Three Rings for the Elven-kings under the sky,
Seven for the Dwarf-lords in their halls of stone,
Nine for Mortal Men doomed to die,
One for the Dark Lord on his dark throne
In the Land of Mordor where the Shadows lie.
One Ring to rule them all, One Ring to find them,
One Ring to bring them all and in the darkness bind them

In the Land of Mordor where the Shadows lie. 

Se isso não foi uma declaração suficientemente nerd para vocês, então eu só tenho a agradecer ao Douglas Adams por ter escrito a série do Mochileiro das Galáxias e por ter nos dado tão importante conselho, o de nunca esquecer de levar uma toalha.

E, para terminar, obrigado ao George Lucas por ter lançado a saga épica de Star Wars e ter povoado a minha infância com todas aquelas naves colossais, me fazer ter tido muito medo dos Stormtroopers, ter um certo receio do Chewbacca, me fazer ter rido com os Ewoks, e de sempre desejar ser possível existir um Sabre de Luz.

Feliz dia do orgulho nerd a todos que lerem esse post.

Mais sobre o assunto pode ser lido nesse post do Sedentário.
Anúncios