Ela congela muito mais rápido por estar quente, e por isso forma-se aquela nuvem de cristais de gelo.

A diferença de temperatura entre a água quente e o ar frio é de aproximadamente 130ºC.

Esse efeito de congelamento rápido da água quente é conhecido como efeito Mpemba.

O estudante africano Erasto Mpemba observou que sua mistura para sorvete, colocada ainda quente no congelador, solidificou-se antes da mistura dos seus colegas. Isso aconteceu em 1963.

Aristóteles, Francis Bacon e Descartes observaram um fenômeno similar, mas não chegaram a propor uma explicação convincente.

Mpemba foi até ridicularizado pelos professores e colegas ao afirmar que a mistura quente congelava mais rápido que a fria.

Existem diversas tentativas de explicar o fenômeno, mas nenhuma é completamente satisfatória.

Agora, que é bonito ver a água quente virar uma nuvem de cristais de gelo, isso é.

Vi no Sedentário.    
Anúncios