Chocolate Dolphin

Além dos óbvios efeitos negativos de poluição das águas marinhas, o petróleo acaba com a fauna.

Como ele faz isso? Bem, basicamente, o petróleo é uma mistura de substâncias, na maioria apolares.

Sendo apolar, uma substância não se mistura com a água e tenta diminuir ao máximo o contato com ela.

O petróleo espalha-se sobre a superfície da água, formando uma camada muito fina de substância apolar.

Essa camada muito fina muda o índice de refração da luz solar incidente sobre a água, bem como diminui a penetração da luz solar. Isso afeta a fotossíntese das plantas aquáticas e acaba com os microorganismos que vivem a profundidades maiores.

Sem falar nos peixes e demais seres aquáticos que vivem no mar. Os pássaros, nem se fala, ficam totalmente sujos de petróleo e, portanto, impossibilitados de voar ou de se alimentar adequadamente.

Esse post foi motivado pelo derramamento de petróleo que ocorreu no dia 22 de abril de 2010, na costa sul dos Estados Unidos da América.

A catástrofe ambiental é tão grande que já está sendo considerada a maior ocorrida por aquelas bandas.

Como eles não estão conseguindo barrar o avanço da mancha, já estão até pensando em incendiá-la, o que trará novos problemas ambientais.

E o que fazer? Sinceramente não sei, mas que basear toda a tecnologia humana em derivados do petróleo não dá mais, isso é certo.

Anúncios