Diário de um Químico Digital 3.0

Química, TICs e outras treconologias. :)

Invenção de jovem de 19 anos pode limpar oceanos em 5 anos — 01/04/2013

Invenção de jovem de 19 anos pode limpar oceanos em 5 anos

4

Boyan Slat combina ambientalismo, criatividade e tecnologia para atacar problemas globais de sustentabilidade.

Ele está atualmente trabalhando na poluição dos oceanos pelos plásticos, ele acredita que as medidas de prevenção atuais terão que ser suplementadas pela remoção ativa dos plásticos para que tenham sucesso.

Com esse conceito chamado Extração de Detritos Marinhos, Boyan Slat propõe uma solução de limpeza radical, por meio da qual ele ganhou o prêmio “Best Technical Design award 2012”.

Milhões de toneladas de plásticos matam a vida oceânica e envenam cadeias alimentares. Boyan vê oportunidades para combater esses males. Enquanto pesquisava os plásticos oceânicos durante as férias escolares, ele realizou análises em vários tópicos (tamanho das partículas, separação de plásticos/plâncton e quantidade de plásticos nos oceanos), levando ao primeiro conceito realístico para limpeza dos oceanos do mundo.

Agora, ele é um estudante de primeiro ano no curso de Engenharia Aeroespacial na TU Delft. Boyan sempre foi um apaixonado na aplicação da tecnologia de formas originais (aos 14 anos ele estabeleceu um recorde mundial ao lançar 213 foguetes de água), e como um fotógrafo e cinegrafista subaquático ele tornou-se uma testemunha ocular da degradação ambiental.

Leia mais sobre o projeto de Boyan direto aqui.

FONTE

Dessalinizador de água caseiro, portátil e sob licença Creative Commons — 24/01/2013

Dessalinizador de água caseiro, portátil e sob licença Creative Commons

O aparelho, desenvolvido pelo Designer Gabrieli Diamante, chega a ser besta de tão simples.

Ele é, na verdade, um destilador movido a energia solar. Além disso, ele pode ser construído com materiais extremamente baratos, disponíveis em praticamente todos os países do mundo (acho que o aparelho é feito de cerâmica ou de barro cozido).

Veja nas imagens abaixo o funcionamento do Eliodomestico (é o simpático nome da peça).

123465

Basicamente, você coloca água na parte superior, fecha com uma tampa de cor preta e ela fica ali o dia inteiro absorvendo radiação solar.

O calor coletado faz a água impura evaporar e, como acontece com todos os vapores, ele ascende e entra em contato com a parte interna da tampa superior.

A parte interna possui uma espécie de válvula que auxilia o vapor a descer e entrar em contato com um compartimento inferior resfriado. O vapor condensa (torna-se líquido) e cai pelas bordas da tampa inferior até um reservatório para água purificada.

O compartimento inferior do eliodomestico comporta até 5 litros de água purificada.

Abaixo, alguns detalhes do eliodomestico.

Elio1Elio2Elio3Elio4Elio5Elio7Elio8Elio6Elio9Elio10

Ah, e eu esqueci de comentar que como ele tem licança Creative Commons, você pode construir o seu sem precisar pagar royalties ao criador, basta citar a fonte original.

FONTE via Super Interessante

Editado em 03/11/2013 após receber um comentário produtivo aqui no blog. 😉

Projetado para o Lixo – A história dos eletrônicos — 21/12/2012

Projetado para o Lixo – A história dos eletrônicos

Vídeo muito legal que vai na mesma linha do vídeo “A história das coisas”.

Você tem uma gaveta em casa cheia de carregadores antigos que não servem pra mais nada?

Rá, pois saiba que isso é só uma estratégia das indústrias para manter a economia (e o bolso dos industriais) bem cheio.

Assista ao vídeo e aprendam um pouco mais sobre o nosso atual modelo produtivo (in)sustentável.

Dica da Universidade de Évora

Reciclando aquela caixinha tetrapak velha — 25/05/2011
Site mostra onde fica o posto de coleta de lixo tecnológico mais próximo da sua casa — 02/05/2011

Site mostra onde fica o posto de coleta de lixo tecnológico mais próximo da sua casa

Não custa divulgar, né?

Vi no site MSN Brasil (tava vendo fotos do Bin Laden morto, hehehe).

Passo a transcrever a notícia na íntegra:

Sem destinação adequada, e-lixo pode contaminar o solo e as águas, trazendo danos para a natureza

Se você é viciado em tecnologia e se preocupa com o meio ambiente, saiba que o Instituto Sergio Motta em parceria com a Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo criaram um site que encontra os locais mais próximos da sua casa para você se livrar daquele celular velho que, se jogado no lixo, pode contaminar o solo, a água e o ar com substancias tóxicas.

 

 

O site funciona desde março de 2010 e utiliza a plataforma Google Maps para encontrar os postos de coleta de lixo eletrônico mais próximos. Para saber onde descartar, basta inserir o seu CEP e o tipo de resíduo – baterias, pilhas, celulares, computadores, etc -, para ter acesso a relação dos locais de descarte.

 

O lixo eletrônico, também conhecido como e-lixo, são todos aqueles equipamentos eletrônicos que não possuem mais utilidade, e se não tiverem uma destinação adequada, vão parar em aterros comuns e contaminar o solo e as águas, trazendo danos para o meio ambiente e para a saúde humana.

 

Um bom exemplo é quando uma bateria de celular é jogada em aterros não controlados. Os metais tóxicos podem contaminar o solo e atingir o lençol freático, interferindo na qualidade dos mananciais. Caso a água venha a ser utilizada na irrigação, criação de gado ou mesmo no abastecimento público, o homem pode ser afetado.

 

Segundo o Instituto Sergio Motta, o número de postos de coleta de lixo eletrônico computados pelo site eram poucos no começo, mas atualmente existem mais de 700 locais cadastrados só na Grande São Paulo.

 

Agora não tem mais desculpa na hora de descartar seu lixo eletrônico: http://www.e-lixo.org/

Ah, só vale para o estado de São Paulo!

 

A lixeira mais profunda do mundo — 04/03/2011

A lixeira mais profunda do mundo

Como estimular as pessoas a jogar o lixo dentro da lixeira?

É simples, transformando algo chato em uma tarefa divertida.

É o que o vídeo abaixo mostra. 

Os caras instalaram um sistema de detecção de movimento na lixeira, o qual dispara um som de objeto caindo (tipo aqueles que aparecem em desenhos do papa-léguas) quando algo é atirado para dentro da mesma.

O resultado? Em um único dia, o pessoal do sistema de limpeza conseguiu coletar 72 kg de lixo que poderia muito bem ter sido jogado no chão do parque.

(Isso representa 42kg a mais do que eles costumam retirar de uma lixeira dessas.)

Legal, né? Bem que podiam instalar algo assim aqui pela Terra Brasilis, se bem que por aqui iam colocar fogo ou roubar o sistema de som em dois toques. 😦

 

Adesivos ecológicos — 30/01/2011
O que fazer com aquela caneta velha? — 10/01/2011
Sacolas plásticas no lixo do banheiro? Nunca mais! — 09/11/2010

Sacolas plásticas no lixo do banheiro? Nunca mais!

Os amigos do blog Bio OsFeras postaram uma dica ótima no Facebook.

Trata-se de uma forma de parar de utilizar sacolas plásticas no lixo do banheiro.

No vídeo abaixo é mostrada uma forma de utilizar jornal para acomodar aquele incômodo lixo de papel higiênico usado e, ao mesmo tempo, preservar o ambiente.

Só assistindo pra entender, espero que gostem da dica.

Iluminação sustentável — 07/10/2010
%d blogueiros gostam disto: