Diário de um Químico Digital 3.0

Química, TICs e outras treconologias. :)

Timelapse: mudança de fase do gelo para água líquida (só uma desculpa para desejar feliz 2018) — 31/12/2017

Timelapse: mudança de fase do gelo para água líquida (só uma desculpa para desejar feliz 2018)

20171231_143127.jpg

Pessoal, passei rapidão aqui pra desejar um feliz 2018 a tod@s que frequentam o meu blog.

Esse ano fiz bastante coisa nova em termos de uso de tecnologias para o ensino (e não só de Química).

O blog teve lá suas atualizações, embora inconstantes.

Falha minha, que trabalhei demais e tive que deixar um pouco de lado o blog.

Agradeço imensamente a vocês que passam por aqui pra dar uma olhada rapidinha nas postagens.

Desejo que o ano de 2018 seja pleno de realizações.

E, é claro, peço que continuem conosco porque pretendo postar muita coisa nova no ano que está chegando.

Para não fazer uma postagem sem nenhum conteúdo químico, vou postar um timelapse que tem tudo a ver com a temática “Festas de fim de ano”. (Veja meu experimento anterior com timelapse aqui.)

anigif.gif

Detalhes técnicos após o link…. Continuar lendo

Anúncios
A Ficção Científica como elemento motivador para promover o encantamento pela Ciência — 20/10/2017

A Ficção Científica como elemento motivador para promover o encantamento pela Ciência

1888186-borg_cube

Somos os Borg!

Baixem seus escudos e entreguem suas naves!

Adicionaremos suas particularidades biológicas e tecnológicas às nossas!

Sua cultura será adaptada para servir à nossa! 

Resistir é inútil!

Calma, pessoal! Isso não passa de uma piada nerd.

É só uma das muitas frases que a raça alienígena Borg (do universo de Star Trek) recita toda vez que encontra uma nova raça que tem potencial para ser assimilada.

Com esse espírito eu iniciei ontem (dia 19/10/2017) a minha fala sobre Ficção Científica na Semana Acadêmica Integrada do Curso de Licenciatura em Ciências Exatas da UNIPAMPA Caçapava do Sul.

Como sempre faço, posto logo a seguir o material da palestra para todos que quiserem ler com mais calma os slides que apresentei durante a minha fala de ontem.

Agradeço a todos e todas presentes à palestra e digo que me diverti muito falando ao grupo de alunos e professores presentes.

E, como não podia deixar de ser, despeço-me dizendo que “não esqueçam de trazer uma toalha”.

Criação de timelapse com Raspberry Pi + PiCamera — 15/07/2017

Criação de timelapse com Raspberry Pi + PiCamera

raspberry-pi-logo

Férias, que legal!

(Sim, eu estou legalmente de férias! #tofeliz)

É tempo de postar algumas coisas legais no blog.

Como venho há um tempo explorando as possibilidades do Rapsberry Pi, criei esse post para compartilhar minha mais recente experiência com esse fantástico computador (na falta de termo melhor).

Provocado (em um sentido positivo) pelo meu colega Luis (http://tabelaperiodica.org), resolvi testar as capacidades do RPi3 no quesito “aquisição de imagens” (vulgo fotografia digital), usando uma garrafa de água mineral gaseificada.

Meu objetivo era capturar as bolhas de dióxido de carbono escapando da garrafa semi-aberta.

Eis o vídeo gerado. Na sequência do post, explicações técnicas sobre a montagem do sistema de captura de imagens.

Continuar lendo

Publicação e divulgação de ciência pela internet — 20/10/2016

Publicação e divulgação de ciência pela internet

3trumpets

Mais uma vez venho aqui no blog postar um material apresentado em sala de aula com o intuito de compartilhar o que aprendi nas minhas “andanças” virtuais pela Web.

O tema de hoje é Divulgação Científica na Internet, um tema que abordamos na disciplina de Tecnologias da Informação e Comunicação I do Mestrado Profissional em Ensino de Ciências do qual faço parte.

Fiquem com a apresentação e muito obrigado pela audiência.

 

Oficina ministrada no 36º EDEQ — 19/10/2016

Oficina ministrada no 36º EDEQ

7226160

Como é de costume, sempre posto o material das minhas oficinas e mini-cursos aqui no blog.

Não será diferente dessa vez, eis o material sobre criação de vídeo-aulas com recursos gratuitos ministrada por mim e por minhas orientandas de mestrado no 36º Encontro de Debates sobre Ensino de Química (EDEQ) que ocorreu nos dias 15 e 16 de outobro de 2016 na cidade de Pelotas – RS.

Sem mais delongas, eis a palestra e dois roteiros para vídeo-aulas para uso em filmagens do tipo “tomada única”.

Agradeço a todos que se fizeram presentes à nossa oficina e desejo reencontrá-los no próximo EDEQ na dicade de Rio Grande.

Roteiros para vídeo-aulas experimentais de tomada única.

 

 

 

Como construir o motor mais simples do mundo — 09/12/2015
Centros e Museus de Ciências do Brasil – 2015 — 11/05/2015

Centros e Museus de Ciências do Brasil – 2015

Centros e Museus de Ciência do Brasil 2015 – pdfO Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação acabou de lançar um guia contendo endereços e descrições detalhadas dos materiais constantes do acervo de 268 centros de ciências e museus.

O original está disponível no site do MCTI, pode ser baixado em formato PDF, em um executável para Windows, IOS e Android.

Quem não quiser perder tempo, pode consultá-lo aqui mesmo no blog.

Centros e Museus de Ciência do Brasil 2015 – pdf

Divirtam-se!

Buracos negros – um estudo comparativo — 19/12/2014

Buracos negros – um estudo comparativo

800px-Black_hole_Cygnus_X-1

Tudo começou com Albert Einstein e o desenvolvimento da teoria da relatividade.

Alguns resultados teóricos davam conta de entidades que poderiam parar o tempo, possuir gravidade infinita e possivelmente destruir o espaço em si.

Apesar de muito improváveis, essas entidades existem e foram detectadas pelos astrônomos, hoje as conhecemos pelo nome de BURACOS NEGROS.

Qualquer corpo celeste pode vir a tornar-se um, basta que esse objeto seja comprimido e forçado a aumentar sua densidade (diminuir seu raio) abaixo de um determinado valor conhecido como Raio de Schwarzchild.

O vídeo a seguir inicia mostrando como nosso Sol poderia tornar-se um buraco negro. Depois passa por buracos negros pequenos até chegar ao maior e mais massivo buraco negro já detectado.

Não precisa ser nenhum gênio para acompanhar as animações, tanto que não é totalmente necessário acompanhar o texto. Apenas para fins didáticos, eu transcreverei após o vídeo as explicações textuais que surgem ao longo do mesmo.

Se nosso Sol fosse comprimido ao tamanho de uma cidade pequena ele atingiria o Raio de Schwarzchild e viraria um buraco negro.

Se o planeta Terra fosse reduzido ao tamanho de um amendoim, o mesmo aconteceria.

O Buraco Negro XTE J1650-500 possui aproximadamente o tamanho de Manhattan e a massa de 3-4 Sóis. Esse é um dos “pequenos”.)

O M82-X1 tem o tamanho similar ao do planeta Marte, a massa dele é equivalente a 1000 Sóis (é considerado um buraco negro mediano).

No aglomerado de Fênix (não é o irmão do Shun, please) existe um buraco negro supermassivo. Nosso sistema solar inteiro caberia milhares de vezes dentro dele. A massa do buraco é de “apenas” 20 bilhões de Sóis!!!!!

E aí, gostaram?

 

 

Oficina: Criação, edição e divulgação de vídeos para o ensino de ciências — 26/11/2014

Oficina: Criação, edição e divulgação de vídeos para o ensino de ciências

Ontem, dia 25/11/2014, estive reunido com os professores da região noroeste do RS e com os bolsistas PIBID da UFFS para mais um encontro de formação.

O tema foi a criação de vídeos e vídeoaulas para o ensino de ciências.

Conforme prometido, eis o material da oficina para quem quiser baixar e reutilizar.

Obrigado aos colegas da UFFS pelo convite e obrigado também pelo presentinho! 🙂

Tecnologias da Informação e Comunicação no Ensino de Química – versão slideshare

Uma bola de boliche e uma pluma caem com a mesma velocidade? — 03/11/2014

Uma bola de boliche e uma pluma caem com a mesma velocidade?

quedalivre20.0

SPOILER ALERT!!!!!!!

SIM!

Ok, isso todo mundo aprende na escola e fica extremamente surpreso com essa informação quando a recebe pela primeira vez!

Depois vira até “lugar comum” esse fato, ninguém mais se surpreende.

Agora, eu pergunto, você já viu isso acontecer? Eu me refiro ao fato de dois objetos com diferentes massas caírem à mesma velocidade SE estiverem no vácuo.

Ciência é baseada em fatos, não em opiniões. Ninguém questiona que esse fato científico, testado exaustivamente por todos aqueles cientistas que vieram antes de nós seja verdadeiro.

Que é bom dar uma espiadinha no tal experimento só pra tirar a “dúvida”, isso ninguém questiona.

Assistam ao vídeo abaixo, filmado na maior câmara de vácuo do mundo (que não supreendentemente é de propriedade da NASA).

%d blogueiros gostam disto: